Projeto: Filmes de Fazendo Meu Filme

Oi gente!!!

fmf

 

Nós aqui do Mundos de Papel resolvemos participar desse projeto criado pela Memórias de Leitura e feito pela Just Books ♥ É basicamente tentar ver todos os filmes que estão presentes no início de cada capítulo dos livros da coleção Fazendo Meu Filme da autora Paula Pimenta. A maratona não tem um prazo definido, mas tentaremos assistir todos o mais rápido possível. 

A lista você pode conferir a seguir. Os filmes que estão com ✓ do lado já foram vistos. Os ✓ (vermelhos) foram vistos pela Mari e os ✓ (azuis) foram vistos por mim, Malu 🙂 Também colocamos um ♥ do lado daqueles que amamos (com nossas respectivas cores)!

E ainda gostaria de falar que alguns desses filmes abaixo já fazem parte da minha lista Favoritos como 10 Coisas Que Eu Odeio em Você e Como Se Fosse a Primeira Vez ♥

  1. As Patricinhas de Beverly Hills ✓   
  2. Cinderela ✓ ♥  
  3. Enquanto Você Dormia
  4. Feitiços do Tempo
  5. Alice no País das Maravilhas ✓   
  6. Efeito Borboleta
  7. O Fabuloso Destino de Amélie Poulain
  8. Em Busca da Terra do Nunca
  9. O Campo dos Sonhos
  10. Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças
  11. O Diário de Bridget Jones ✓ ♥
  12. Sociedade dos Poetas Mortos ✓ ♥  ✓ ♥
  13. Procurando Nemo ✓  ✓ ♥
  14. O Cão e a Raposa ✓ ♥
  15. Uma Linda Mulher 
  16. The Wonders – O Sonho Não Acabou
  17. Os Incríveis ✓  ✓ ♥
  18. Mero Acaso
  19. O Goonies
  20. A Noviça Rebelde ✓ ♥
  21. Alguém Como Você
  22. O Mágico de Oz
  23. Curtindo a Vida Adoidado ✓ ♥  
  24. O Expresso Polar 
  25. Love Story – Uma História de Amor
  26. Alguém Muito Especial
  27. Mouling Rouge – Amor Em Vermelhor ✓ ♥
  28. O Casamento do Meu Melhor Amigo 
  29. Colcha de Retalhos
  30. Como Perder Um Homem em 10 Dias 
  31. Para Sempre Cinderela ✓  
  32. Titanic ✓ ♥  
  33. Dumbo ✓  
  34. Peter Pan ✓ ♥  ✓ ♥
  35. Labirinto
  36. O Diário da Princesa ✓ ♥  ✓ ♥
  37. Ela é Demais 
  38. De Repente 30 ✓  ✓ ♥
  39. Sintonia do Amor
  40. Branca de Neve e os Sete Anões ✓  
  41. O Casamento Dos Meus Sonhos
  42. Feito Cães e Gatos
  43. Como Se Fosse A Primeira Vez ✓  ✓ ♥ 
  44. Quatro Casamento e Um Funeral
  45. Um Sonho, Dois Amores
  46. Shakespeare Apaixonado
  47. Mensagem Para Você
  48. 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você ✓ ♥ 
  49. Romeu e Julieta ✓
  50. Harry e Sally – Feitos Um Para o Outro
  51. Sob O Sol da Trocana
  52. Dirty Dancing – Ritmo Quente 
  53. Diário de Um Paixão 
  54. Wimbledon – O Jogo do Amor
  55. Grease – Nos Tempos da Brilhantina ✓ ♥  

Agora queremos saber de vocês: Já assistiram algum filme que está presente nesta lista? Quantos? Ficaram animados para participar do projeto? Responda nos comentários 🙂

por Malu 

Segundas de Papel: Bienal do Livro e Cassandra Clare no Rio

E aí, galera? Eu sei que já é quarta-feira, mas eu e a Malu não pudemos postar ontem porque ficamos o dia inteirinho na fila para ver ninguém mais, ninguém menos que a fofíssima (literalmente) Cassandra Clare, a autora de “Os Instrumentos Mortais” e da trilogia “As Peças Infernais”. Mas antes de contar para vocês sobre essa nossa aventura, vou falar um pouco sobre como foi o primeiro fim de semana da Bienal de SP.

O fim de semana para quem foi ver a Cassie na Bienal de SP foi bem agitado. Não havia senha para todo mundo e por isso logo no sábado houve confusão. No domingo, ela até concordou em assinar um livro para as pessoas que não conseguiram pegar a senha e estavam lá desde as 3 horas da manhã. A autora também deu palestra e respondeu a várias perguntas de fãs. Para quem é muito fã como eu e quer saber tudo sobre a passagem dessa fofona aqui no Brasil basta acompanhar o Idris.com.br que eles registraram tudo. Aqui vocês podem conferir um vídeo de um meeting que aconteceu no dia 23, em que a Cassie responde a uma porção de perguntas de fãs: (Resenhas aqui: Cidade dos Ossos ; Cidade das Cinzas ; Cidade do Fogo Celestial)

CUIDADO ! Contém spoilers de Princesa Mecânica e Cidade do Fogo Celestial

Continuar lendo

Resenha: O Guarda

1507109_421586674641649_897738598_n

 Autor(a): Kiera Cass

Editora: Seguinte

Contos da Seleção

★★★★★

Atenção! Spoilers de “A Elite”

O conto tem inicio na manhã logo após a festa de Halloween, com toda a confusão referente ao fato de que Marlee e o soldado Woodwork foram flagrados aos beijos pelo palácio. Aspen é um bom narrador, expõe suas opiniões, e para falar a verdade, me surpreendi muito com o personagem depois de ler essa narrativa. Quando li A Seleção, eu não desgostava dele, mas Maxon era literalmente um príncipe de tão doce e gentil. Me apaixonei por ele. Li esse conto depois de ler A Elite, segundo volume da série, e confesso que já estava um pouco cansada do Maxon enrolando a America. É claro que eu concordo que ele tem que conhecer as outras participantes, esse é o objetivo do concurso e tudo mais. Mas, do jeito que ele falava com a America e ela falava com ele, meu Deus!!! Fiquei super desapontada com ele, sério mesmo (estou sendo dura demais?!) Continuar lendo

Resenha: O Sol é para Todos

o-sol-e-para-todos-harper-leeTítulo Original: To Kill a Mockingbird
Autora: Harper Lee
Editora: (Diversas)
Avaliação: ★★★★★

“O Sol é para Todos” é um clássico americano que foge um pouco do estilo de livros que costumamos resenhar aqui no blog, mas foi um livro que eu gostei muito e que eu realmente não poderia deixar de falar. Eu já tinha ouvido falar do livro antes, ele é bem conhecido, mas só me interessei realmente depois de ler “Claros Sinais de Loucura” da Karen Harrington que fala muito sobre os personagens dessa história.

O livro se passa em uma região no interior dos EUA na década de 30, período da Grande Depressão. Ele conta a história da Scout e do Jem Finch que, sendo órfãos de mãe, foram criados apenas pelo pai Atticus e a empregada Calpúrnia. Atticus, um advogado de caráter muito íntegro, é colocado em uma situação difícil ao ser designado a defender o negro Tom Robinson acusado injustamente de estuprar uma jovem branca. Mas em uma cidadezinha pequena do Sul como Maycomb, as diferenças entre negros e brancos são excrucitantes e o caráter racista dos habitantes vai determinar a direção dos acontecimentos.

Os advogados, suponho, um dia já foram crianças.”

Continuar lendo

Segundas de Papel: saiba a programação da Bienal no próximo final de semana

bienal

Olá galera!

Estou aqui hoje para falar da tão aguardada Bienal que acontecerá em São Paulo nesse mês. Nós aqui do Mundos de Papel, eu (Malu) e Mari, não poderemos ir 😦 😦 😦 Mas, não é por isso que vamos deixar os leitores sem a programação do evento e tudo mais. Então, vamos lá!

 

 

Confira abaixo a lista de autores que estarão lá nesse final de semana:

23/08 (Sábado)

  • 10h – Luiza Trigo (Meus 15 anos)
  • 11h30 – Harlan Coben (Não Conte a Ninguém)
  • 11h – Maurício de Souza
  • 13h – Thalita Rebouças
  • 14h – Bárbara Morais (A Ilha dos Dissidentes)
  • 15h – Maurício de Souza
  • 15h30 – Cassandra Clare (Saga Instrumentos Mortais)
  • 15h30 – Ziraldo
  • 16h – Paula Pimenta (Fazendo Meu Filme)
  • 16h – Lucinda Riley (As Sete Irmãs)
  • 19h30 – Kiera Cass  (A Seleção)
  • 17h – Carolina Munhóz e Sophia Abrahão (O Reino das Vozes que Não se Calam)

24/08 (Domingo)

  • 10h – Luiza Trigo (Meus 15 anos)
  • 13h – Paula Pimenta (Fazendo Meu Filme)
  • 14h – Thalita Rebouças
  • 15h30 – Cassandra Clare (Saga Instrumentos Mortais)
  • 15h30 – Ziraldo
  • 16h – Bruna Vieira (Depois dos 15)
  • 16h – Marina Carvalho (Simplesmente Ana)
  • 17h – Raphael Draccon (Dragões de Éter)

Por hoje é só, gente! Se quiser ficar por dentro das novidades da Bienal 2014, acesse Mundos de Papel. Vamos tentar atualizar aqui sempre que pudermos.

Agora, quero saber: vocês vão para a Bienal? Qual autor vocês estão mais ansiosos para conhecer? Já fizeram a lista de livros que irão comprar? Manda aqui pra gente, pode deixar nos comentários 🙂

por Malu 

Quotes: Claros Sinais de Loucura

E aí, galera? Hoje é Domingo e Domingo é dia de tag aqui no Mundos de Papel. A tag dessa semana é a Quotes e por isso eu trouxe para vocês as minhas frases favoritas do livro “Claros Sinais de Loucura” da Karen Harrington, um dos meus favoritos e que vocês podem conferir a resenha aqui.

Amor pode ser uma palavra problema para algumas pessoas. Loucura também. (Pág. 11)

Também sou um livro não lido. Estou esperando para saber o que acontecerá comigo. (Pág. 86)

O abraço dela é firme e apertado de um jeito bom. Sinto como se pudesse desmontar se ela me soltasse. É engraçado como eu não sabia que era só um monte de peças soltas até que alguém me abraçou forte.
(Pág. 129)

Eu achava que devia guardar aquilo que algum dia o tinha feito feliz. Os sentimentos tristes não durariam para sempre, pensei. (Pág. 165)

É melhor pedir desculpas depois do que permissão antes. (Pág. 167)

Não posso garantir, mas acho que o amor é alguém que entende você. (Pág. 172)

– Se a senhora tivesse uma filha, o que diria a ela? (…)
– Bem, eu diria: sempre que comprar uma blusa nova ou algum creme para ficar bonita, vá e compre um livro na mesma hora. Também é importante embelezar a mente, não acha?
(Pág. 176)

1

As pessoas nunca deviam ter parado de escrever cartas, mesmo aquelas que não têm a intenção de enviar. Deviam escrever principalmente essas. (Pág. 177)

(…) mas as pessoas em geral são o que decidem ser, não importa de onde vieram.
(Pág. 180)

Por que meu nome soa tão mais bonito quando dito por ele? Não sei. Sarah. Em seus lábios, meu nome parece um elogio. (Pág. 197)

Descobri que é preciso escolher ter coragem todos os dias, como se escolhe a camisa que vai vestir. Não é automático. (Pág. 235)

Love, Mari